Buscar
  • Caroline Pires Ayala

como deveriam ser os calçados femininos?

Atualizado: 15 de Jul de 2020

Tenho certeza que fabricantes venderiam muito mais e clientes ficariam muito mais felizes, elegantes e saudáveis se, na hora do querido designer criar um modelo de calçado, observasse algumas diretrizes básicas:


1. TODOS os modelos deveriam ter de 1 a 2 cm de plataforma (base frontal) com material de alta absorção para evitar impacto, pois a base dos pés femininos é a parte que mais sofre com os saltos, que jogam o peso do corpo para o metatarso, região anatomicamente não preparada para isso.


2. TODOS os modelos deveriam ter um mínimo de 2 cm de salto (além da plataforma). O motivo? É recomendação dos ortopedistas, mas ninguém presta atenção quando resolver fazer milhares de rasteirinhas ou aqueles "tijolos" amarados aos pés.


3. Deveriam priorizar sandálias fechadas no calcanhar. Porquê? Ficam mais elegantes com saias e vestidos e impedem que as calças entrem nos calcanhares, o que é extremamente irritante. Além disso, nem sempre dá tempo de manter o pezinho com textura de seda pra deixar o calcanhar à mostra.


4. Nas sandálias, a tira da frente deve ter largura suficiente para deixar, no máximo, três cm de dedinhos de fora, fica mais delicado e cobre aquele ossinho de forma a evitar que ele vire um joanete no futuro ou esconde-o, se já virou. Tudo isso com maciez e conforto.


5. A largura média da base do pé, na altura do metatarso, deveriam ser levada em conta na hora de projetar o modelo, pois não adianta fabricar para 10% da população ou para pés extra-terrestres que ainda não estejam entre nós, do contrário estarão criando instrumentos de tortura, não calçados.


6. Saltos retos e elegantes! Esqueçam os carretéis e todos os formatos esquizofrênicos que os extravagantes da moda criam. Deixem isso para chocar nas passarelas, façam calçados para mulheres reais, não cenográficas.


7. Bicos finos ou arredondados, por favor. Quadrados são apropriados para palhaços.


8. E finalmente, por enquanto: COURO! Me desculpem todos que lutam pela causa animal (inclusive eu mesma) mas nada sintético que foi criado até agora substitui o couro: amacia, não abafa os pés e dura anos se for bem tratado.


Seguindo essas instruções qualquer marcar pode criar linhas de calçados femininos clássicos e vão vender sempre, ano após ano, apenas adaptando cores ou detalhes, conforme a moda.

35 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo