Buscar
  • Caroline Pires Ayala

Orquídeas terapia

Atualizado: 15 de Abr de 2020

Quer desacelerar e reconectar com a natureza?



Algumas dicas básicas e um pouco de afeto são o suficiente para qualquer pessoa curtir os benefícios de cultivar orquídeas com sucesso. Este artigo é um resumo/compilação de algumas dezenas dos melhores vídeos que assisti através dos quais especialistas passam seus conhecimentos sobre as melhores práticas para o cultivo de orquídeas.


Por que orquídeas?

Particularmente eu amo a simplicidade e a variedade das Phalaenopsis e das Oncídius, por isso me dedico a conhecer as melhores técnicas de cultivo para essas duas espécies em particular. A floração das Phal podem passar de 6 meses de pura beleza. As Oncídius também tem uma floração exuberante e algumas apresentam também perfumes maravilhosos.


As orquídeas são bem "espertas" e se comunicam com a gente, basta estar atenta aos sinais...


1. Sol direto nunca.

2. Substrato para lugares de clima úmido: carvão e/ou lascas de madeira, brita no fundo do vaso, pulverização de água diária.

3. Substrato para lugares de clima seco: o mesmo acima + esfagno (espécie de musgo que ajuda a manter a umidade), pulverização de água semanal.

4. Tipos de vasos: qualquer um com bastante drenagem. Eu prefiro os transparentes para acompanhar o crescimento das raízes. Além disso, a Phal realiza fotossíntese pelas raízes também.

5. Adubos: orgânicos (ex.: bokashi) desde que não caia nas raízes, colocar no cantinho do vaso, e/ou adubo químico (pó), misturar uma pontinha de colher de cafezinho em borrifador de 500ml e borrifar nas folhas, raízes e substrato.

6. Nunca deixe água acumulada na junção das folhas da Phal, isso apodrece a planta, seque com algodão.

7. Após a floração corte a haste floral com tesoura esterilizada se quiser uma planta cada vez mais forte e com florações mais vigorosas. Coloque canela no corte, serve para cicatrizar e prevenir doenças. Se quiser uma muda de Phal corte a haste após o terceiro nó e talvez ela te presentei com um keike (muda), que só pode ser retirado após 4 ou 5 raízes fortes. Nas Oncídius as mudas vem com o nascimento de novos semi-bulbos, e essa espécie realmente prefere ser fixada em tronco ou pedaço de madeira de boa qualidade.

8. Atenção: a cada um ou dois anos é possível que você precise trocar o substrato, pois o mesmo oxida e pode apodrecer as raízes das orquídeas.

9. Todas elas gostam de ambiente bem arejado.


Essas são as dicas mais importantes para manter suas orquídeas vivas, fortes e com flores, trazendo alegria e beleza para sua casa.


Enjoy





36 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo